26 de julho de 2014

Peregrinação da Família Blasiana 2014

‘Família, anima-te, 
Prossegue a tua missão’


Eucaristia no recinto do Santuário
Foi este mote que reuniu e dinamizou em Fátima, vinda de todas as Dioceses, a Família Blasiana na sua VIII peregrinação. 
Pelas 14.00h e depois das duas principais refeições: a ‘Eucaristia’ e o Almoço, a Família Blasiana encaminhou-se para o Paulo VI onde aconteceu o 2º momento da peregrinação - animação e mensagem’ - cujo objetivo era reflectir e apresentar de, vários modos, os valores da família. 
Largas dezenas de crianças e alguns adultos, com grande simplicidade, em clima festivo e de muito entusiuasmo, relembraram, pelo canto, pela coreografia, pela dança, pela encenação, pela projeção e pela declamação, à grande assembleia ali presente, os valores da família, a sua beleza e grandeza, e a sua necessidade e importância no mundo actual. 
O canto convite/: “Erguei as vozes…”, como quem invoca aquele que é a ‘pedra angular’ da Família Balsiana, o Venerável Pe Brás, deu o mote à abertura da festa. 
Pais, crianças, jovens e adultos traziam estampada no rosto alegria do ‘encontro’, da festa e da expectativa do que ia acontecer nesta tarde tão cheia de magia. 


Panorama geral do Auditório Paulo VI
Cumprimentos efusivos saltitavam por toda a parte e enquanto se aguardava o início, um murmúrio cheio de entusiasmo percorria o salão de lés a lés, como se há muito se conhecessem e de família se tratasse. 
A familiaridade, a alegria e o entusiasmo, foram notas dominantes do clima vivido.
A ‘Família Tota’, que com muita paixão, sabedoria e uma forte consciência da importância da família, apresentou e dinamizou, com muita simplicidade, substância e ‘mestria’ o acontecer do encontro. 
Um colorido ímpar e indescritível, fazia o cenário de fundo à palavra de saudação, que foi acolhida com um grande aplauso.
 A Juventude Balasina - os jovens Focos de Esperança” - , abriram este momento festivo com uma maravilhosa coreografia e a canção mensagem: “Alegra-te, Tu importas!”, e para lembrar a sua missão, a todos entregaram uma mensagem de Esperança!
“A Família, verdade a proclamar ao mundo” - Movida por este mote, Braga, em jeito de coro falado, alternando texto e música, fez questão de ‘proclamar a todos, a verdade da família e  lembrar, com persistencia, que se estava a celebrar a Família Blasiana.
‘Alegria de ter família’ – foi o tema confiado às crianças de Castelo Branco. Entoando três canções, acompanhadas de uma maravilhosa coreografia: “Se a alegria bater à tua porta...; Tenho uma família que ainda cuida de mim”; Agarra a vida, encheram de alegria a multidão ali presente, envolvendo-a de modo activo.

Crianças de Castelo Branco
“Respeito e aceitação” – dois pilares básicos para um funcionamento harmonioso da Família e da sociedade em geral, foi o tema confiado aos meninos da Covilhã, que na sua candura, simplicidade e alegria, desafiaram a Assembleia a viver estes valores.
“Perdão e Humildade” – duas virtudes confiadas aos meninos de Elvas, que em estilo alentejano, mas carregados de energia, disseram a todos a importância do perdão e da hmildade, no quotidiano da vida familiar e social e no crescimento humano.
“Disponibilidade e serviço” – foram os valores confiados aos meninos da Guarda. Num misto de cor, música e representação de tarefas familiares da região, disseram da importância destas duas virtudes, na vida familiar.
“O trabalho e o lazer” – dois valores basilares na vida familiar, que reclamam equilíbrio e contribuem para o bem-estar da pessoa e da família, confiados ao grupo de Portalegre. Num misto de música, cor e gestos, estas crianças revelaram bem a força e a importância destes dois valores.
“Diálogo e paz” – através da coreografia intitulada: “Nós somos o mundo, nós somos crianças”, estes meninos de Viseu, ajudaram a Assembleia a tomar consciência do quanto o mundo seria diferente, se vivesse e cultivasse estes dois valores: o diálogo e a paz.

Crianças de Viseu
“Palavras de conforto e de Esperança” – As crianças do Botãozinho/Carcavelos, encenaram este tema com uma qualidade ímpar, a peça de ballet inspirada na vida de S. Francisco de Assis. A todos maravilharam, pelo modo como, com tão tenra idade, encarnaram esta peça e transmitiram a todos os valores nela contidos. 
“A sabedoria e a experiencia dos Avós” – foi o tema confiando à Família Blasiana de Madrid, que projectando e alternando imagem com texto e testemunhos orais, com profundidade e sabedoria, relembraram a todos a importância e a riqueza dos Avós na vida familiar, sobretudo na vida dos netos.
“Vão aonde ninguém vai” – uma canção entoada pela Família Monteiro Baptista, e da sua própria autoria, apontava a missão da Família Blasiana, em jeito de envio, e dava por concluída esta maravilhosa festa cheia de vida, de cor, de alegria, de magia e de mensagem. 
A família e respectivos valores, estiveram no coração da mensagem tansmitida. 

Crianças de Carcavelos
Que alegria, para os pais, que corriam de um lado para  outro para conseguir fotografar o filhote (a), ver os seus filhos em palco, com tanta expressividade e alegria, e com uma enorme força a relembrar-lhes o quanto são importantes para eles e para toda a sociedade. 
Este cenário e este dia jamais se apagará da mente e do coração destas largas dezenas de crianças. De certeza, que ficou gravado no seu coração, ainda tão tenro, o valor a beleza e alegria do ser família, de pertencer a uma família e a riqueza de ter uma família que cuida, que dá segurança, que acarinha, que acolhe e protege. 
Que bonito! Não restam dúvidas que a família tem uma força única no mundo e na sua transformação, pelo que temos  a missão urgente de defender a Família até ao fim.




0 Comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More