22 de novembro de 2012

Alerta

Caras famílias, mais uma vez venho sensibilizar para a importância da prevenção de acidentes e segurança infantil nas crianças e jovens. Quando falo de acidentes refiro os acidentes rodoviários, as quedas, os afogamentos, as intoxicações, as queimaduras, o esmagamento, o corte e a asfixia. São situações que provocam lesões nas crianças, por vezes irreversíveis. De acordo com um estudo da Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) de 2007-2009, em média 14 crianças são vítimas de um acidente rodoviário todos os dias em Portugal. Mais de metade das crianças são passageiros. Conforme indica a APSI tem vindo a melhorar a forma como se transporta uma criança como passageira, contudo ainda segundo um estudo de 2010 desta associação: das 80% de crianças que utilizava cadeira de transporte no automóvel, só 40% das crianças viajava convenientemente em segurança. As quedas são o acidente mais frequente nas crianças e jovens e a causa mais frequente de ida à urgência. Segundo a APSI e de acordo com dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) de 2002-2009, 31% das mortes com crianças até aos 9 anos resultaram de quedas. Em relação às intoxicações o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) recebe em média 30 chamadas por dia relativas a intoxicação de crianças até aos 15 anos. Para prevenir intoxicações tenha sempre os produtos de limpeza, produtos de higiene pessoal, pesticidas, fertilizantes, raticidas, bolas de naftalina e medicamentos, fora do alcance da criança, num lugar alto, fechado à chave e nunca ao pé dos alimentos. Não deve retirar os produtos das embalagens originais, não os mude para garrafas de bebidas. Prefira embalagens com tampa de segurança. Não se distraia e não tenha medicamentos na carteira, na mesa de cabeceira, ou em bancadas. Não dê medicamentos às escuras às crianças. As crianças mais pequenas relacionam os medicamentos com doces como as gomas e rebuçados. Não deve tomar medicamentos na presença da criança. Como a criança não vê o perigo, ela tenta fazer o mesmo. Não deixe a criança comer sementes, bagas ou frutos de plantas desconhecidas. Se ocorrer uma intoxicação ligue imediatamente para o CIAV (808250143) e siga as orientações. Para mais informações, procure o enfermeiro ou o seu médico de família no seu Centro de Saúde, ou a Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI): Tel.218844100; apsi@apsi.org.pt. Consulte também a Legislação, Normas e Orientações Técnicas sobre Transporte de Crianças em Automóvel: Artigo 55 do Código da Estrada - Decreto-Lei nº44/2005 de 23 de Fevereiro; Orientação Técnica nº001/2010de 16.9.2010 da Direção Geral da Saúde. Piscinas: Projeto de Norma Portuguesa pr NP 4500. Poços – Decreto-Lei nº 310/2002 de 18 de Dezembro - Capítulo XI – artigos 42 e 44. Guardas para varandas – Norma Portuguesa NP 4491: 2009. Segurança de brinquedos: Decreto-Lei nº43/2011 de 24  Março.

por Maria Helena


0 Comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More