27 de maio de 2009

XII Assembleia Geral do Instituto Secular das Cooperadora da Família

Desde o passado dia 22, o Instituto Secular das Cooperadoras da Família (ISCF) encontra-se reunido na sua XII Assembleia Geral Ordinária, em Fátima.
Este encontro conta com a presença de 40 delegadas, e tem por objectivo "debater, reflectir e rezar" as grandes coordenadas do Instituto, "na hora presente, olhando o futuro na expectativa de alargar horizontes", perspectivar os próximos seis anos, assim como eleger a futura Coordenadora Geral e seu Conselho que conduzirá os destinos do Instituto até 2015.
A orientação de todos os trabalhos terá em conta a "Identidade da Família Blasiana: O Instituto no contexto da Família Blasiana, relações Inter/institucionais. A Missão da Família Blasiana desafios sociais e pastorais".


Fátima 22 a 31 de Maio de 2009

"Fermento de Qualidade a Evangelizar, pela Família, a Humanidade”


Este acontecimento marcante e desafiante na vida do Instituto e consequentemente na vida de cada um dos Membros do Instituto teve início sob o significado profético do Serviço.
Todo o processo de preparação da mesma Assembleia outra coisa não foi senão um estar ao Serviço. Isto reflectiu-se logo na chamada feita a todo o Instituto, mais diria, a toda a Família Blasiana, pelo Conselho Geral no sentido do envolver todas as Cooperadoras da Família, através da oração e toda a vida oferecida como sacrifício agradável a Deus, pelos bons frutos da mesma. Este apelo ao Serviço ganhou corpo e forma mais concreta na nomeação de algumas Comissões de Trabalho para se debruçarem sobre assuntos que a Assembleia irá ser chamada a reflectir, deliberar e ponderar, nas diversas vertentes englobantes da vida e acção do ISCF. (ler mais)
Ver também:

Documento:

“Fermento de Qualidade a Evangelizar pela Família, a Humanidade”

As Delegadas, presentes na XII Assembleia Geral Ordinária do Instituto Secular das Cooperadoras da Família, prosseguem os Trabalhos da mesma na expectativa de discernimento contínuo do querer do Espírito Santo, conscientes da responsabilidade e do Dom que têm em mãos: ISCF.
A Eucaristia é o momento fulcral de cada dia, nele as Delegadas buscam energias necessárias e imprescindíveis para viverem, momento a momento o trabalho a desenvolver.
“Na Fidelidade ao Fundador, Aprofundar o Carisma, Revitalizar a Missão Hoje, Projectando o Amanhã.” Este o Documento de Fundo agora a ser aprofundado e discutido, apresentado por Monsenhor Victor Feytor Pinto que rasgou alguns caminhos, alertou e deu achegas em relação há projecção futura, apresentando com o dinamismo que lhe é peculiar o panorama actual do mundo a que como Consagradas Seculares somos chamas e enviadas . (ler mais)


Trabalhos: 27 de Maio

Os trabalhos da XII Assembleia Geral Ordinária do Instituto Secular da Cooperadoras da Família prosseguem ao ritmo próprio de uma reunião deste género, dada a intensidade, profundidade, oportunidade e exigência dos mesmos.
Até ao momento as Delegadas debateram, estudaram, aprofundaram e sobretudo, tentaram rezar três documentos de suma importância, escutando o Espírito Santo para discernir o melhor caminho a trilhar no rasto do Fundador de Padre Joaquim Alves Brás.

“Relatório da Vida e Acção do Instituto relativo ao sexénio 2003/2009”;
“A Missão da Família Blasiana”;
“Na Fidelidade ao Espírito do Fundador aprofundar o carisma e revitalizar a missão hoje”.
 


Um documento sobre a Pastoral de conjunto do Instituto: Familiar, Juvenil, Vocacional, bem como um outro sobre as Linhas Programáticas de vida e acção para o próximo sexénio, são outro temas e documentos que irão ocupar os próximos dias e trabalho das Delegadas.

Salientamos ainda no dia 30 de Maio de 2009, reservado à eleição da Coordenadora Geral e seu Conselho que irão conduzir o Instituto nos próximos seis anos e assim levar à práticas as conclusões e decisões desta Assembleia.

Estes subsídios têm dado o toque e revelado o rosto claro da realidade em que o Instituto está inserido, onde é enviado a dar respostas adequadas nomeadamente no campo da Família.

Nomeada pela Assembleia, a Comissão redactorial das Conclusões está já a trabalhar no sentido de redigir as Conclusões desta Assembleia, as quais deverão ser pedra de toque, alavanca para catapultar toda a vida e acção do ISCF, no próximo sexénio.

Deolinda Araújo
27 de Maio de 2009

0 Comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More