3 de setembro de 2008

A criança vê, a criança faz



Provavelmente este vídeo já é bem mais que conhecido entre vós.
Tem circulado de e-mail para e-mail e, espero eu, sensibilizado e alertado para o grande problema que é a educação dada aos nossos filhos, hoje.
Porque digo isto? Especialistas ligados à psicologia e não só dizem-nos que as crianças captam mais depressa tudo o que fazemos, todos os nossos gestos, todas as nossas atitudes e comportamentos, do que propriamente lhes é dito directamente. Se os pais discutem, se batem um no outro, se têm vícios, se ás vezes na infelicidade de uma palavra mal dita que se dá naquelas conversas entre adultos sem terem a preocupação de retirarem as crianças, enfim, podíamos enumerar muitas e muitas coisas que no dia a dia fazemos e dizemos sem termos consciência das consequências, é isso que eles memorizam, porque é isso que lhes marca.
A educação dos nossos filhos, da nossa futura sociedade, está nestas pequenas-grandes coisas.
A personalidade de cada um constrói-se com a ajuda ou não destas pequenas-grandes coisas.
Os problemas psicológicos que se manifestam na sua fase adulta quando têm de encarar grandes responsabilidades podem ter origem nestas pequenas-grandes coisas.
Por isso, em vez de pensarmos nas coisas boas que os nossos filhos podem ter, pensemos nos bons pais, nos bons exemplos, nos bons testemunhos de vida que podemos ser para eles.

Maria Matos

0 Comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More